sexta-feira, 6 de junho de 2008

Best-seller “O Caçador de Pipas” seduz Hollywood

7 Comentários:

Blogger Ana Carolina Diniz disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

9 de junho de 2008 07:20  
Blogger Ana Carolina Diniz disse...

chorei no filme, mas não gostei de vários aspectos, como o desenvolvimento de personagens maniqueistas. Isso me irritou bastante!

9 de junho de 2008 07:24  
Blogger Alto-falante disse...

Vc achou isso? Pois eu achei que os ersonagens são bem dualistas...fracos e fortes em alguns pontos...tanto no livro qt no filme!

10 de junho de 2008 11:03  
Blogger Andressa disse...

A classificação de um filme como bom ou ruim ou regular ou ótimo numa critica me desinteressa um pouco. Como esse meu desprazer foi logo na primeira linha do texto, não me sinto a vontade de comentar a crítica. Apesar disso achei q ela trás informações mto relevantes.

11 de junho de 2008 10:18  
Blogger cristiano disse...

Parabéns Jéssica!!!!

O texto tá ótimo. E sua critica está muito boa também, acompanha o texto.

Inclusive achei muito bacana você classificar o texto, discordando da opinião da Andressa, pois fazer isso não é pra qualquer um não. Tem que ter muita confiança no que se está escrevendo.

E um bom critico, aquele que tem bons argumentos, não teme classificar os filmes.

Só não entendi, porque você trabalhou com esse filme, diferentemente dos outros... Hehehehehehehehehehehe...

11 de junho de 2008 11:52  
Blogger Lili disse...

Realmente o livro é tudo de bom mesmo!!! Ainda não vi o filme, mas quero ver.. gostei muito da crítica e se eu já chorei lendo o livro, imagina vendo o filme!!
Gostei muito mamãe do ano!!

11 de junho de 2008 19:06  
Blogger Alto-falante disse...

Cris, fiz desse filme pela minha dificuldade de ir ao cinema...sabe como é: filha pequena, que ainda amamenta, tenho que depender da boa vontade dos outros pra ficar com a Tina pra mim, assistir ao filme e voltar pra casa correndo...rs. Aí a Geane deixou eu fazer de outro!

Quanto ao comentário da Andressa, na minha opinião não faz a menor diferença se o autor classifica ou não o filme, já que, mesmo se ele não o fizer, pelo texto você sabe se ele achou ótimo, bom, ou pésimo o filme!

13 de junho de 2008 03:36  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial